Skip to content

Trocando o fornecedor: Digifort, Axis e Contec fornecem tecnologia de monitoramento IP ao Grupo D´avó

Enviado por marcelino - 14/10/2015 - Casos de Sucesso, Fotos, Geral, Notícias

Rede de supermercados D’avó desiste de sistemas de videomonitoramento analógicos, migra para tecnologia IP e faz planos para utilizar analíticos de vídeo

.

Por Axis Communications – www.axis.com.
Fotos: Divulgação – Axis Communications.

.

Corredores da loja são monitorados com nova tecnologia

Corredores da loja são monitorados com a nova tecnologia

Missão – Ao planejar expandir sua rede de supermercados, o Grupo D’Avó – que também atua nos ramos imobiliário, shopping, financeiro e publicitário -, decidiu modernizar seu sistema de câmeras de videomonitoramento, até então composto apenas por equipamentos analógicos. A empresa buscava produtos mais modernos, com imagens de qualidade superior, e também uma maneira de monitorar suas lojas remotamente, visando a prevenção de perdas por meio do uso de celulares, e aproveitando a estrutura de rede já existente. Mas havia o receio de que câmeras IP oferecessem um movimento PTZ inferior ao das analógicas.

.

Solução – Após desenvolvimento do projeto pela Contec e testes realizados no showroom da Axis Communications em São Paulo, a solução veio com a instalação de um sistema avançado de videomonitoramento, composto por 113 câmeras HD e Full HD da Axis numa nova loja do Mercado D’avó na cidade de Itaquaquecetuba, em São Paulo. O sistema permite fazer um monitoramento completo da loja com o software da fabricante nacional Digifort.

.

Resultado – O projeto foi aprovado para ser expandido para toda a rede, incluindo drogarias, postos de gasolina e shopping. Depois de Itaquaquecetuba, o sistema de videomonitoramento digital foi instalado na loja de Vila Oratório, na capital paulista. A meta é trocar todos os equipamentos analógicos nos próximos anos, substituindo-os pelas soluções IP da Axis, preparadas para contabilização de compras em tempo real, produção de mapas de calor e identificação de placas de veículos nos estacionamentos, com o intuito de usar os dados em favor do negócio.

.

Ambientes ganharam melhor cobertura de monitoramento

Ambientes internos ganharam melhor cobertura de monitoramento

“É interessante pagarmos por um serviço mensal de videomonitoramento, porque contamos com um fornecedor especializado, com amplo domínio técnico, sendo ele o responsável por toda a manutenção e ajustes necessários no sistema.”, relata Willian Rocha, CIO-Gerente da Divisão de Tecnologia do Grupo D’Avó.

.

Teste, aprovação e expansão – A instalação das câmeras na loja de Itaquaquecetuba foi posta em prática como parte de um projeto-piloto. O objetivo era testar e avaliar as possibilidades para troca dos equipamentos por outros que pudessem fornecer ao cliente imagens com maior qualidade em um sistema de gestão remota, feito por celular. Após a instalação, a empresa realizou diversos testes com os equipamentos, ficando constatada a superioridade das imagens em relação às câmeras analógicas e à agilidade do movimento PTZ das câmeras dome. Ao todo, o sistema é composto por 113 câmeras IP de 11 modelos diferentes, abrangendo todas as linhas de câmeras da Axis, das mais acessíveis às mais robustas.

.

Foram usadas 14 câmeras de rede AXIS P1354 nos estacionamentos cobertos e 23 nas demais áreas internas. O mesmo modelo em sua versão para uso no exterior, a AXIS P1354-E, teve oito unidades instaladas. Ainda foram utilizadas sete AXIS P3304, quatro AXIS P3354 e nove AXIS P3364-V, resistente e atos de vandalismo. Para áreas que precisavam de câmeras ainda mais robustas, a unidade de Itaquaquecetuba recebeu 12 domes PTZ AXIS Q6044, sendo duas para uso externo. O modelo fixo mais avançado foi assumido por nove câmeras AXIS Q1604-E, dotada de WDR com captura dinâmica. Completando o sistema, são utilizadas 4 AXIS M1054, 13 AXIS M1114-E e dez AXIS M3005-V, com qualidade de imagem Full HD e também resistente a atos de vandalismo.

.

Todas as câmeras são monitoradas pela solução de gerenciamento de imagens Enterprise, da Digifort, parceira da Axis. “Eles ficaram surpresos com os resultados obtidos no estacionamento do subsolo, por exemplo, em que a incidência de luz foi corrigida automaticamente com o recurso WDR”, diz Adorno Ragonesi Junior, diretor da Contec Informática. A Contec é a integradora responsável não só pela instalação dos equipamentos, mas também pela manutenção e eventuais ajustes, feitos por uma equipe especializada e de amplo conhecimento técnico. A Rede D’Avó faz uso da solução sob regime de locação, pagando mensalmente pelo serviço.

.

Áreas de acesso e saída no estacionamento estão mais seguras

Áreas de acesso e saída no estacionamento estão mais seguras

Futuro inteligente – Toda essa tecnologia trouxe muitos benefícios ao Grupo. Se antes havia o receio de que uma PTZ IP não fosse tão rápida quanto as câmeras analógicas, isso mudou depois de uma visita ao showroom da Axis. Hoje, com uma câmera instalada na frente do supermercado, é possível, por exemplo, dar um zoom no fundo da loja e obter uma imagem com uma riqueza de detalhes que antes só era possível com uma câmera analógica muito mais cara. “As câmeras e o software que adotamos têm a possibilidade de gerar analíticos de vídeo como contagem de pessoas, que é uma intenção nossa. Estamos atualizando nosso parque e, no futuro, deveremos adotar essas inteligências para gerar dados sobre o negócio”, completa Willian Rocha, CIO-gerente da Divisão de Tecnologia do Grupo D’Avó.

.

Dados básicos do projeto:

.

  • Organização: Grupo D’Avó.
  • Localização: Itaquaquecetuba/SP – Brasil.
  • Segmento industrial: Varejo.
  • Aplicação: Segurança patrimonial por gerenciamento remoto e análise de dados.
  • Parceiros: Axis, Digifort e Contec.

.

Sobre o Digifort – É o primeiro software brasileiro de “Monitoramento IP” e armazenamento digital de imagens. Conhecido como um IP Surveillance System, o produto possui recursos, equipamentos e soluções tecnológicas avançadas para as áreas de inteligência digital, vigilância empresarial e segurança urbana. Possui aproximadamente 12 mil clientes mundiais e cerca de 200 fabricantes com mais de 5000 modelos de câmeras integradas. Atualmente, sua plataforma é desenvolvida continuamente no Brasil, comercializada em mais de 100 países e traduzida em vários idiomas, fazendo do software um dos melhores em avaliações do mercado internacional. Mais informações estão disponíveis no site www.digifort.com.br.

.

Veja as fotos desta reportagem na galeria abaixo:
Fotos: Divulgação – Axis Communications.

.

Matérias relacionadas

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta matéria.

Comentar