Skip to content

Digifort e Aeon Technologies provêm soluções em subestações da Light no Rio de Janeiro

Enviado por marcelino - 02/12/2014 - Casos de Sucesso, Geral, Notícias

Integração com novas câmeras, acesso às imagens numa única plataforma e facilidade de comunicação com o suporte do software foram fatores decisivos no projeto

.

Por Marcelino Silva – marcelino@mscommidia.com.br.

Fotos: Divulgação / Aeon Technologies.

.

Gráfico mostra visual térmico das câmeras

O Digifort acaba de registrar mais um importante caso de sucesso no mercado brasileiro. Desta vez, o “Primeiro Software Brasileiro de Monitoramento IP” colaborou na solução de demandas tecnológicas do Grupo Light, concessionário público dos setores de geração e distribuição de energia elétrica no Estado do Rio de Janeiro. O projeto conceitual e executivo foi possível graças à expertise técnica do integrador Aeon Technologies, responsável pela implantação dos sistemas. A partir da versão 6.6 do software, o Digifort foi instalado em diversas subestações de energia elétrica da companhia, totalizando dez unidades atendidas até o final de 2014. Armazenamento termográfico das imagens foi uma das principais inovações.

.

Segundo Bernardo Falcon, diretor comercial da Aeon, 19 câmeras foram instaladas até o momento, sendo sete com funções térmica e visual (modelo a310PT) do fabricante FLIR e mais 11 equipamentos visuais do tipo Dome PTZ da marca AXIS (modelo P5534-E). A ação supriu as demandas apresentadas nas subestações da Light que foram abordadas no atual estágio do projeto. Em médio prazo, diversas unidades serão contempladas com esta tecnologia. “Facilidade de integração com novas câmeras, no caso a A310PT da FLIR, a possibilidade de acesso às imagens por meio de uma única plataforma e a eficaz comunicação com a equipe de suporte do Digifort facilitaram a evolução do projeto”, revela Falcon.

.

No Centro de Controle Operacional, que trabalha 24 horas por dia, a Light monitora em tempo real todas as estruturas de sua rede de distribuição de energia elétrica no Estado. Falcon enfatiza que existem projetos em andamento para a ampliação das soluções Digifort na companhia. “O sistema foi homologado como padrão para subestações e será ampliado durante o retrofit de outras unidades da Light. Já instalamos em seis subestações e mais quatro serão contempladas em 2014. O armazenamento das imagens termográficas e integração com a plataforma Scada E-Terra da Alstom funcionam muito bem”.

.

Para Carlos Eduardo Bonilha, CEO do Digifort, um dos principais diferenciais da solução é que o software tornou possível a integração das câmeras com o supervisório Scada em operação nas unidades da Light. “Deste modo, qualquer câmera compatível com o Digifort poderá ser conectada ao sistema e será acessível através da plataforma padrão da operação, sem a necessidade de abertura de um novo console para gerenciar o sistema. Só é necessário fazer uma integração da plataforma Scada com o Digifort, reduzindo significativamente os custos de implantação de novas câmeras no parque da empresa”.

.

Projeto será ampliado a outros locais do Rio

Falcon explica que sem o Digifort, a situação demandaria configurações específicas para cada uma das câmeras, prejudicando todo o projeto. “Em paralelo, a segurança patrimonial poderá abrir o console de monitoramento do Digifort e ter acesso às câmeras, dispondo de avançados recursos de monitoramento existentes. No caso dos modelos FLIR A310PT, que disponibilizam duas imagens simultâneas (visual e térmica), o console de monitoramento permite que um termografista faça uma inspeção inicial, comparando as imagens em busca de pontos quentes, ofertando atenção total na vigilância das subestações. Por este e outros fatores, consideramos este projeto um total sucesso”, conclui o diretor da Aeon.

.

Dados básicos do projeto:

.

  • Segmento da indústria: Energia Elétrica.
  • Localização: Rio de Janeiro/RJ – Brasil.
  • Aplicação: Monitoramento de subestações.
  • Parceiros: Axis, Digifort e Flir.
  • Integrador:  Aeon Technologies.

.

Aeon Technologies – Fundada em 1996, a Aeon Technologies atua em consultoria de TI e segurança digital. Com a expertise do seu staff, com mais de duas décadas no mercado, encontra-se entre as empresas mais qualificadas para prestação de serviços no segmento da tecnologia. Seu amplo portfólio atende desde a alocação de pequenos recursos especializados até a construção de grandes redes de dados, com o máximo de segurança, provendo soluções com qualidade técnica e operacional. Atua com sistemas de monitoramento IP desde 2006, sendo integradora do software Digifort e das câmeras FLIR, AXIS e PELCO. Mais informações estão disponíveis no site www.aeon.com.br.

.

Digifort – É o primeiro software brasileiro de “Monitoramento IP” e armazenamento digital de imagens. Conhecido como um IP Surveillance System, o produto possui recursos, equipamentos e soluções tecnológicas avançadas para as áreas de inteligência digital, vigilância empresarial e segurança urbana. Possui aproximadamente 12 mil clientes mundiais e cerca de 200 fabricantes com mais de 4000 modelos de câmeras integradas. Atualmente, sua plataforma é desenvolvida continuamente no Brasil, comercializada em mais de 100 países e traduzida em vários idiomas, fazendo do software um dos melhores em avaliações do mercado internacional. Mais informações estão disponíveis no site www.digifort.com.br.

Matérias relacionadas

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta matéria.

Comentar